logo

Classificação SAE dos aços: entenda como funciona

20 Mai 2021 | 2545 Visualizações | Conhecimento | por Diferro

As normas SAE (Society of Automotive Engineers International) são utilizadas para classificar os aços que usamos rotineiramente em nosso dia a dia. A SAE Brasil teve a sua formação nos anos 1990 e passou a ser uma das afiliadas da SAE, onde cientistas, engenheiros e profissionais que fomentam o conhecimento de veículos e sistemas automotores atuam em conjunto para manter alto padrão de qualidade e normativas dos aços.

Além das normas SAE, existem outras, amplamente utilizadas mundialmente, tais como: a alemã DIN, a japonesa JIS, as francesas AFNOR, a brasileira ABNT, entre outras.

A classificação SAE é muito comum. Ela é baseada na composição química do aço. Cada composição normatizada pela SAE corresponde a uma numeração com quatro ou cinco dígitos. 

Classificação SAE dos aços: entenda como funciona

Como é feita a classificação SAE

Os dois primeiros dígitos identificam os elementos de liga existentes no aço e seus teores, enquanto os dois ou três dígitos finais indicam os centésimos da porcentagem de C (Carbono) contidos no material, como vemos no exemplo:

  • AB = 10 – aço-Carbono simples
  • AB = 20 – aço-Níquel
  • AB = 30 – aço-Níquel-Cromo
  • AB = 40 – aço-Molibdênio
  • AB = 50 – aço-Cromo
  • AB = 60 – aço-Cromo-Vanádio
  • AB = 70 – aço-Cromo-Tungstênio
  • AB = 80 – aço-Níquel-Cromo-Molibdênio
  • AB = 92 – aço-Silício-Manganês
  • AB = 93, 94, 97 e 98 – aço-Níquel-Cromo-Molibdênio
     

Identificando a família dos aços

Para a classificação de aços SAE, podem ser utilizadas tabelas como SAE J403 e SAE J404, referindo-se à composição química de aços ao carbono e aços ligados, respectivamente. Listamos, a seguir, exemplos mais específicos de sua utilização para identificar a família dos aços:

  • SAE J403 10XX – Aço ao carbono;
  • SAE J403 12XX – Aço carbono com faixas mais elevadas de enxofre e fósforo;
  • SAE J404 41XX – Aço ligado com Cromo (1,0%) e Molibdênio (0,2%);
  • SAE J404 43XX – Aço ligado ao Níquel, Cromo e Molibdênio;
  • SAE J404 52XX – Aço ligado ao Cromo;
  • SAE J404 51XX – Aço ligado ao Manganês e Cromo;
  • SAE J404 51BXX – Aço ligado ao Cromo com adição de Boro (0,0005 a 0,003%);
  • SAE J404 61XX – Aço ligado ao Cromo e Vanádio;
  • SAE J404 86XX – Aço ligado ao Níquel, Cromo e Molibdênio;
  • SAE J404 92XX – Aço ligado ao Cromo e Silício.

O percentual de carbono em peso da liga é definido da seguinte forma: divide-se os últimos dois ou três números finais por 100, veja a seguir:

  • SAE 1020: 20/100 = 0,2 % C.
  • SAE 1045: 45/100 = 0,45% C.
  • SAE 4140: 40/100 = 0,40% C.
  • SAE 52100: 100/100 = 1,0% C.

O sistema de classificação SAE utiliza uma lógica que permite saber se os aços são de baixo, médio ou de alto teor de carbono. A visão apresentada aqui é muito básica, no entanto, profissionais terão acesso a tabelas completas de composição dos aços.

 


 

Todos esses números e letras codificados podem parecer confusos e de difícil interpretação. Mas, no mundo do aço, eles são de extrema importância, pois saber a composição de cada aço definirá a sua usabilidade.

Você pode desbravar esse mundo complexo e fascinante, conheça também outras postagens em nosso blog, clique aqui e confira!

Não foi cadastrado nenhum comentário



Faça um comentário!

RECEBA NOVIDADES
EM SEU EMAIL