logo

Dezembro Laranja: o cuidado e a prevenção ao câncer de pele

05 Dez 2023 | 358 Visualizações | Campanha | por Diferro Aços Especiais

Dezembro Laranja: o cuidado e a prevenção ao câncer de pele

O Brasil é um país tropical, com muito sol e temperaturas elevadas o ano inteiro.
Mas, para este mês, queremos chamar a atenção sobre essa exposição ao sol e suas possíveis
consequências: a ocorrência do câncer de pele. 
Pensando no cuidado com as pessoas, a Diferro Aços Especiais está com a sua campanha de saúde
“Consciência à flor da pele”, que busca alertar as pessoas sobre o câncer de pele.
Neste artigo, vamos ver mais sobre a doença. 
Continue a leitura!



O que é o Dezembro Laranja? 
O mês de dezembro recebe essa campanha pois marca o verão, a estação mais quente dos países
do hemisfério sul, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Nesta estação extremamente
ensolarada, cresce a necessidade do alerta sobre a prevenção e detecção precoce do câncer no maior
órgão do corpo humano: a pele
O câncer de pele, de acordo com o INCA, o Instituto Nacional do Câncer, possui dois tipos:
o câncer de pele não melanoma, o tipo de câncer mais comum registrado no Brasil, provocado pelo
crescimento anormal das células da pele, e o câncer de pele melanoma, que é mais agressivo,
com origem nas células produtoras de melanina.
O câncer de pele não melanoma apresenta tumores de diferentes tipos, sendo os mais comuns
o carcinoma basocelular. Mesmo sendo menos agressivo, este câncer, se não tratado, pode resultar em
ressecções amplas e disfunção estética. Segundo dados do INCA, em 2020, as incidências deste câncer
foram de 176.930 casos, sendo 83.770 homens e 93.160 mulheres.
Já o câncer de pele melanoma surge em diferentes partes do corpo devido à radiação solar, podendo
se espalhar para outros tecidos e órgãos. A estimativa de 2020 foi de 8.450, sendo 4.200 homens
e 4.250 mulheres.

 

 

Câncer de pele: sintomas e diagnóstico
Apesar de ter diferentes tipos, o câncer de pele possui alguns sintomas bastante específicos e que
podem ser percebidos pelo próprio paciente. O câncer de pele tem grande semelhança a pintas, eczemas
e lesões benignas - mas é importante a atenção às suas peculiaridades. 
Lesões de aparência mais elevada, brilhante, avermelhada ou castanha e que sangram facilmente podem
ser sinais de câncer de pele, bem como pintas pretas que mudam de cor e textura, ou manchas e feridas
que não cicatrizam e causam coceira.
O diagnóstico precisa vir de um especialista, após exames e biópsias, com uma investigação minuciosa.
É essencial ficar atento ao próprio corpo e ir ao médico o quanto antes para uma detecção precoce da doença.

 

 

Como se prevenir do câncer de pele
O câncer de pele tem diferentes causas, desde o histórico familiar da doença até a exposição do sol por
grande quantidade de tempo sem proteção adequada, principalmente se essa exposição vem desde a infância.
Pessoas de pele branca e olhos claros têm mais chances de desenvolverem a doença.
Para se proteger, é fundamental utilizar protetor solar sempre que sair ao sol, reaplicando o produto com
frequência mesmo que seja “à prova d’água”, com o fator mínimo de 15. É importante também evitar exposição
prolongada ao sol entre 10h e 16h, e fazer o uso de óculos escuros, roupas compridas e chapéu com abas largas,
sempre optando pelas sombras. 
A luz solar faz a diferença no nosso dia a dia, afinal, quem não acha um dia de sol e céu azul bonito?
Mas é imprescindível o cuidado ao se expor ao sol. Adote os cuidados ideais e dê atenção a sua pele!
Ao perceber quaisquer sintomas, vá ao seu médico. O diagnóstico precoce pode ser transformador.
Essa é a mensagem da Diferro para a campanha de Dezembro Laranja. Juntos, nós podemos vencer o câncer!

 

Não foi cadastrado nenhum comentário



Faça um comentário!

RECEBA NOVIDADES
EM SEU EMAIL